sábado, 21 de março de 2009

CINE PE

Contagem Regressiva! O Cine PE 2009 está chegando! A partir do dia 27 de Abril vamos poder respirar a Sétima Arte de pertinho por pelo menos uma semana. Dia 3 de Maio é o encerramento. E a lista dos curtas (nos formatos 35mm e digital) já foi divulgada.

O Evento, que está em sua 13° Edição, proporciona o talento cinematográfico dos cineastas de diferentes lugares do país.

Como pernambucanos, ficamos na torcida pelos filmes locais. Esse ano o destaque é para o curta pernambucano "Muro", do jovem cineasta Tião (
pseudônimo de Bruno Bezerra), que venceu o prêmio Novo Olhar, da seção paralela Quinzena dos Produtores do Festival de Cannes do ano passado. Grandes chances ele tem de vencer o Troféu Calunga. "Muro" e mais cinco fazem parte da equipe representante de Pernambuco .

Ano passado, pela primeira vez, tive a oportunidade de ir a três dias, dos sete organizados pelo Festival. E foi uma experiência inovadora. Apesar de sempre procurar estar "por dentro" do mundo cinematográfico, sinto que, quanto ao cinema pernambucano, eu sou bastante leiga. E nesse Festival todos tem a chance de conferir talentos locais ao vivo.

Antes de cada curta se iniciar, os produtores ou representante do filme vai no palco e dá uma "palhinha" da história.

Primeiramente são exibidos os curtas digitais, e depois os de 35mm. No final, são exibidos os longas. Infelizmente, devido a localização do Centro de Convenções (onde sempre é realizado o evento, mais precisamente no Teatro Guararapes), tive que voltar cedo e não pude assistir aos longa-metragens.

O Curta ganhador do ano passado foi "Os Filmes que eu não fiz", de São Paulo. Engrassadíssmo e bem produzido, com um roteiro muito criativo. Ele fala de um diretor que nunca conseguiu fazer um filmes. A Metalinguagem (para mim a figura de linguagem mais extraordinária) , foi bem utilizada e é ela que proporciona o humor do curta. Infelizmente no youtube só tem o trailer. Mas valeu a pena assisti-lo.

Teve uns curtas mais complexos de compreender, com uma mensagem bem nas entrelinhas. Outros proporcionaram risadas, mas a maioria era de crítica, para reflexão.

Se for me deixar falar do Festival todo, do ano passado, eu passaria o dia escrevendo. Esse ano, pretendo ir todos os dias, se possível. Comentarei aqui muito mais detalhes e espero que os filmes exibidos possam ser tão ou mais interessantes como os de 2008.

Para mim foi um prazer não só pelos filmes, mas o próprio ambiente possiu uma magia que apenas a setima arte é capaz de nos proporcinar. E, quem sabe, um dia estarei por trás de algum filme? Um sonho!

Confiram a lista, dos já vencedores, curtas que serão exibidos. O Longas serão divulgados em abril.

FICÇÃO/35mm

A mulher biônica (CE), ficção
Direção: Armando Praça

Ana Beatriz (DF), ficção
Direção: Clarissa Cardoso

Blackout (RJ), ficção
Direção: Daniel Rezende

Dez elefantes (RJ), ficção
Direção: Eva Randolph

Distração de Ivan (RJ), ficção
Direção: Cavi Borges e Gustavo Melo

Eu e crocodilos (SP), ficção
Direção: Marcela Arantes

Hóspedes (RS), ficção
Direção: Cristiane Oliveira

Muro (PE), ficção
Direção: Tião

Nº 27 (PE), ficção
Direção: Marcelo Lordello

Os sapatos de Aristeu (SP), ficção
Direção: Sergio Luiz René Guerra

Selos (CE), ficção
Direção: Gracielly Dias

Superbarroco (PE), ficção
Direção: Renata Pinheiro

Teresa (SP), ficção
Direção: Renata Terra e Paula Szutan

DOCUMENTÁRIO


Cocais-A cidade reinventada (SP), documentário
Direção: Inês Cardoso

Menino aranha (SP), documentário
Direção: Mariana Lacerda

Nós somos um poema (RJ), documentário
Direção: Sergio Sbragia e Beth Formaggini

Phedra (SP), documentário
Direção: Claudia Priscilla


ANIMAÇÃO


Juro que vi: o saci” (RJ), animação
Direção: Humberto Avelar

Silêncio e sombras (PR), animação
Direção: Murilo Hauser


CURTAS-METRAGENS EM DIGITAL


Abril pro Rock–Fora do Eixo (PE), documentário
Direção: Everson Teixeira, Ricardo Almoêdo e Júlio Neto

A Ilha (DF), animação
Direção: Ale Camargo

Cattum (GO), animação
Direção: Paulo Miranda

Eiffel (PE), documentário
Direção: Luiz Joaquim

Hagakure (SP), ficção
Direção: Marcos Rocha

Manual para se defender de alienígenas, zumbis e ninjas (SP), ficção
Direção: André Moraes

Nello’s (SP), documentário
Direção: André Ristum

O anão que virou gigante (RJ), animação
Direção: Marão

O troco (SP), ficção
Direção: André Rolim

Pelo ouvido (MA), ficção
Direção: Joaquim Haickel

Quem será Katlyn? (SP), documentário
Direção: Caue Nunes

Quintas intenções (RJ), ficção
Direção: Maurício Rizzo

Teteco (RJ), ficção
Direção: Glauco Kuhnert

Um artilheiro no meu coração (PE), documentário
Direção: Diego Trajano, Lucas Fitipaldi e Mellyna Reis

6.5 Megapixels (CE), ficção
Direção: Michelline Helena, Gláucia Soares e Janaína de Paula


Mais informações no site do festival: http://www.cine-pe.com.br

Um comentário:

Renata disse...

Ebaaa!
tá chegandooo!
uhuhuhuhuhu


here we go!
o/